dicas-para-saber-como-comprar-a-chapinha-ideal

5 dicas para saber como comprar a chapinha ideal

Pranchar os cabelos virou um hábito entre as mulheres assim como usar o secador. Ou seja, esse artigo se tornou indispensável para a grande maioria, por isso, comprar a chapinha ideal é praticamente uma necessidade e não um luxo.

O mercado oferece inúmeros tipos de chapinhas, sobretudo com preços bastante diferentes. No entanto, é fundamental observar alguns aspectos importantes antes de sair comprando.

 

O que uma chapinha ideal precisa para ser boa?

Ao buscar uma chapinha não é surpresa que surjam muitas dúvidas, afinal, são tantos modelos diferentes. O que difere as peças são o tipo de material em que elas são fabricadas.

Por isso, vamos citar algumas dicas com relação ao material e as características que devem ser consideradas na hora da compra. Confira!

 

1- Observe o material da chapinha

Esse requisito define muita coisa, especialmente o preço da peça, por isso, na hora de comprar chapinha ideal o material não pode ser ignorado.

O fato é que as chapinhas são produzidas com base na necessidade de cada tipo de cabelo.

As primeiras chapinhas lançadas no mercado eram bem cruas, feitas com alumínio. Ou seja, elas não tinham nenhum um tipo de tratamento para cuidar dos fios e o aquecimento sempre acontece de forma irregular.

Em seguida, as coisas mudaram e surgiu as chapinhas de cerâmica, que foram a sensação por muitos anos, inclusive, é o material preferido pela maioria dos cabeleireiros, pois ela deixa a temperatura bem estável.

Mais tarde, surgiram as chapinhas com íons de cerâmica, excelente para conter o frizz, que aliás continuam sendo as mais usadas no mundo.

Porém, agora elas têm a concorrência das chapinhas de nano titanium, um material excelente que permite um excelente alisamento, sendo perfeito para cabelos longos e volumosos. O fato é que elas reduzem o tempo de arrumação.

Tanto as de cerâmica como de titanium são boas pedidas. O modelo em desuso são as de alumínio, que não promovem um alisamento saudável dos fios.

dicas-para-saber-como-comprar-a-chapinha-ideal-2

 

2- Se atente a temperatura da chapinha

Na hora de comprar chapinha ideal, é importante avaliar esse requisito, da mesma forma que você faz com o secador de cabelo, onde a potência é analisada.

O seu tipo de cabelo vai definir a melhor chapinha, afinal, nem todas a regulagem de temperatura igual.

Mulheres com cabelos bem finos, podem usar uma chapinha com temperatura que vai de 180 a 190 graus.

Porém, cabelos mais grossos geralmente demoram mais para alisar, nesse caso, quando for comprar chapinha ideal, se certifique que ela tenha uma temperatura maior que vai até 220 a 230 graus.

Cabelos enfraquecidos por luzes, pinturas e outras químicas devem ter cuidado redobrado, por isso, a dica é usar uma temperatura que não ultrapasse a 140 graus.

 

3- Conheça as tecnologias

Esse pequeno detalhe será de grande ajuda na hora de turbinar o seu visual, entre as mais usadas do mercado são:

– Turmalina – Essa tecnologia emite íons negativos, onde o calor age de dentro para fora conferindo fios bem lisos e com muito brilho. O resultado final é sem aqueles arrepiados dando uma sensação de cabelo mais saudável.

– Titânio – Esse modelo também tem íons negativos, ou seja, ela sela a cutícula dos fios permitindo que a umidade interna dos mesmos permaneçam e não dão aquele aspecto de ressecado.

– Infravermelho – As chapinhas produzidas dentro desse tecnologia permitem um liso bem hidratado e com aspecto cheio de vida. Isso acontece porque o infravermelho ativa as moléculas de água dos cabelos e auxiliam na remoção de toxinas que possam atrapalhar a saúde dos fios.

– Safira – O principal foco dessa tecnologia é evitar a quebra dos fios enquanto estiver em atrito no alisamento. Isso é dado devido a superfície bem lisinha e uniforme da peça.

dicas-para-saber-como-comprar-a-chapinha-ideal-3

 

4- Usabilidade e Versatilidade de formato

A compra de chapinha ideal exige a observação desse detalhe, afinal, cuidar dos cabelos precisa ser prático.

Para atender todos os estilos de mulheres, existem muitos formatos de chapinhas. Os modelos mais largos, geralmente são indicados para mulheres com cabelos longos e com volume, bem como, para cabeleireiros.

As chapinhas menores, mais estreitas, são ideais para quem tem cabelos médios e curtos.

Vale lembrar que é possível fazer cachos com as chapinhas, vai depender da habilidade de cada uma. Nesse caso, quanto mais fina a chapinha, menor será o cacho, e quanto mais larga a chapinha, maiores serão os cachos.

 

5- Dê olho na voltagem

Fundamental essa análise, especialmente se você é uma mulher dinâmica e que costuma viajar bastante.

É importante escolher as chapinhas que são ” BIVOLT”, dessa forma, não é preciso se preocupar de queimar ela, afinal, elas funcionam muito bem tanto em 110 como em 220 Volts.

E aí? Já sabe como comprar chapinha ideal agora?

Se você já escolheu as características, que tal dar uma olhada nos modelos de chapinhas disponíveis no site da NEW LOOK COSMÉTICOS?

Clube da Beleza

Gostou do conteúdo? Confira também: 7 dicas para cuidar e manter o cabelo loiro em casa